Partitura – Por que é Importante para o Músico?

Partitura – Por que é Importante para o Músico?

15 de setembro de 2019 6 Por Kleiser Oliveira

Olá!!! Seja bem vindo a Academia Musical.

Se você está aqui é por que realmente se preocupa com seu aprendizado musical! Aproveite o artigo e não deixe de nos dar seu feedback para nos motivar a escrever muitos outros conteúdos!

Precisamos ser realistas, existem sim muitos músicos bem-sucedidos que não sabem ler partitura e executam muito bem seus instrumentos, seja por meio da memorização ou por improvisação. Mas também há inúmeros músicos formidáveis que leem partitura. Podemos afirmar que há muitas vantagens no estudo da escrita Musical. Entretanto, a grande questão é: quão importante é ler partitura para a sua prática musical?

VANTAGENS PARA QUEM LÊ

Listamos aqui, alguns dos benefícios que a leitura musical pode proporcionar para o músico:

1. Você não depende de ninguém para lhe ensinar uma música nova.

2. Você pode tocar qualquer música sem nunca tê-la escutado. Basta ter a partitura em mãos.

3. Você pode ser músico de orquestra sinfônica/filarmônica no Brasil e no exterior.

4. Você pode ser músico de banda militar.

5. Você pode cantar em corais profissionais no Brasil e no exterior.

6. Você pode fazer vestibular para o Curso de Música nas universidades.

7. Você pode ser músico de estúdio, onde, muitas vezes, o produtor fornece a partitura e você tem uns poucos minutos para olhar e já gravar para o cliente que pagou pelo serviço.

8. Você pode ser professor de música em escolas de música conceituadas.

9. No ensaio de sua banda, se você escrever uma música autoral, você pode levar a partitura para o cantor, guitarrista, violonista e baixista e todos podem tocar exatamente como você planejou e com muito mais rapidez, sem você ter de ficar cantarolando ou mostrando para os colegas até que consigam aprender e memorizar.

10. Numa gravação com sua banda no estúdio você economiza dinheiro. Tendo a partitura você sabe exatamente o que tocar, quando, com qual dinâmica e em qual andamento, sem ter que recorrer ao seu amigo ou a sua memória.

11. Se você esqueceu uma música que sabia de cor, basta olhar a partitura e relembrar aquele trecho esquecido.

12. Quando você está em um grupo de músicos que leem, você pode usar aquela terminologia que facilitam a comunicação entre músicos, sabendo que todos entenderão, por exemplo: da capo, rallentando, a tempo, fermata, legato, staccato, ritornello, suspensão e etc.

VANTAGENS PARA QUEM NÃO LÊ

E os benefícios de não ler?

1. Você pode desenvolver muito mais o seu ouvido, já que dependerá quase que exclusivamente dele, e não de seus olhos.

2. Você pode desenvolver muito mais a prática de improvisação, pois já que não lê, terá muitas vezes que improvisar.

3. Você não precisa investir tempo praticando leitura.

Análise das duas listas

Se formos debater sobre as duas listas acima, podemos afirmar que o músico que lê partitura também pode ser perito em “tocar de ouvido” e fera na improvisação, fazendo com que a única diferença nas listas seja a questão de que o não-leitor tem mais tempo disponível; só que para o músico que lê, a prática da leitura não é vista como perda de tempo, mas sim, como investimento em sua carreira.

Músicos como Paul McCartney, Jimi Hendrix, Eric Clapton e John Lennon não leem/liam música e ficaram para história. Todavia, Niccoló Paganini (violinista), Dizzy Gillespie (trompetista), Steve Vai (guitarrista), Marta Argerich (pianista) e Dave Weckl (baterista) – virtuoses em seus instrumentos, leem/liam e são/foram intérpretes de peças de altíssimo nível de dificuldade, servindo de inspiração para todos os músicos que buscam ir além.

Jimi Hendrix
Steve Vai

Conclusões

Pergunte-se: qual é seu objetivo com a música? Você quer viver dela ou quer tocar apenas por hobby ou terapia?

Independente do seu objetivo, queremos encorajá-lo(a) a aprender A ARTE DE LER PARTITURA. Ou pelo menos tentar. Ler partitura leva você mais longe, abre um maior leque de possibilidades para uma carreira na área da Música, além de facilitar sua prática e comunicação em ensaios e estúdios. Para ser um ótimo leitor, você terá de aprender, no mínimo: TEORIA MUSICAL, PERCEPÇÃO MUSICAL E HARMONIA. Leitura musical não é algo obrigatório na vida do músico, mas é uma ferramenta imprescindível para a maioria das carreiras na Música.

Reflita sobre isso.

No fim das contas, apesar das diferenças entre o leitor e o não-leitor de partitura e as consequências para cada escolha, é que, para o desenvolvimento e inovação da música, não importa exatamente como você aprende: se você toca lendo, de ouvido ou de memória – o que importa é que você faça bem-feito e seja apaixonado pelo que faz!

Deixe seu comentário e Vamos conversar


PARA QUEM LÊ: O que você já conquistou por ter esta habilidade? Você gosta de ler? O que você diria para os músicos que querem aprender, mas não encontram motivação?
PARA QUEM NÃO LÊ: Você pretende aprender? Por que até hoje não aprendeu? Você acha que ler música abriria mais portas para você?

Se agora estiver convicto de que deve aprender partitura, pode acessar o Link: https://profile.hotmart.com/partitura-principios-basicos-2 e adquiri no curso de partitura.Qualquer dúvida deixa nos comentários!

Bem, por hoje só! Não deixe de nos seguir nas redes sociais:

Face: https://www.facebook.com/kleiserOliveiraOficial/

Instagram: https://www.instagram.com/academiamusical.inst/?hl=pt-br

Um forte abraço e até a próxima!!!!